Emprego em junho de 2016

O saldo de movimentação do emprego no setor de arquitetura e engenharia consultiva (A&EC) voltou a registrar baixa.

O saldo de movimentação do emprego no setor de arquitetura e engenharia consultiva (A&EC) voltou a registrar baixa: de janeiro a junho de 2016 foram fechados 11.660 postos de trabalho formais. Ao longo de 2015, o setor de projetos, consultoria e gerenciamento havia registrado um dos piores resultados da série histórica iniciada em 2007. Foram extintos 38.601 empregos com carteira assinada.

Os dados constam no levantamento da unidade de Estudos Econômicos do Sinaenco, que foi realizado com base nas informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (CAGED) do Ministério do Trabalho e Emprego.

Entre os fatores por trás do encolhimento das equipes estão a redução de investimentos diretos em infraestrutura por parte do setor público, a contração dos investimentos do setor privado, com destaque para a queda acentuada na atividade do segmento imobiliário, e mesmo a frustração dos programas de concessões e PPP’s.

O encolhimento do setor de projetos e consultoria se acentuou a partir de 2014. No cômputo geral, foram eliminados cerca de 64 mil postos de trabalho desde aquele ano.

Ano Admissões Demissões Saldo
 2010 189.375 160.760
 2011 217.205 187.168 30.037
 2012 214.625 207.699 6.926
 2013 224.898 212.008 12.890
 2014 201.723 215.756 -14.033
 2015 140.155 178.756 -38.601
 2016* 63.542 75.203 -11.661

*apurado até junho/2016.

Cenário regional

Ainda segundo o estudo do Sinaenco, a perda de dinamismo no mercado de trabalho da A&EC se deu em praticamente todas as regiões do país no primeiro semestre de 2016. O Sudeste foi responsável por 58% dos desligamentos, seguido pela Nordeste, 18%, e região Sul, 12%.

Divisão Regional - Desligamentos_