Nota de falecimento: arquiteto Gian Carlo Gasperini

A arquitetura brasileira perdeu, na noite da última quarta-feira (15/07), um de seus mais importantes protagonistas: Gian Carlo Gasperini.

Nascido italiano em Castellammare di Stabia, em Nápoles, mudou-se para o Brasil logo após o final da Segunda Guerra Mundial. Aqui, concluiu sua formação como arquiteto na Universidade Federal do Rio de Janeiro. Tornou-se Cidadão Paulistano em 2010, depois de desenvolver uma brilhante carreira na capital, onde fundou, em 1962, o escritório Croce, Aflalo & Gasperini, para participar e vencer o maior concurso internacional da época, organizado pela Associação Internacional de Arquitetos, com o projeto pioneiro da maior torre de escritórios da América do Sul, a sede da Peugeot, em Buenos Aires.

A partir dessa experiência, o escritório tornou-se responsável por edifícios icônicos da paisagem paulistana, como o Tribunal de Contas do Município, o edifício Tutóia, a sede da IBM, e a sede do Citibank na Avenida Paulista.

Também assinou, em parceria com outros arquitetos, obras de referência, como a Galeria Metrópole, em coautoria com Salvador Cândia, e os edifícios Paulicéia e São Carlos do Pinhal, com Jacques Pilon.

Foi professor da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo, onde também concluiu o mestrado e o doutorado e orientou diversas gerações de pesquisadores.

Além do título de Cidadão Paulistano recebido da Câmara Municipal de São Paulo, foi homenageado em 2015 pelo conjunto de sua obra pela Associação Paulista dos Críticos de Arte. Foi condecorado como Cavalheiro Donato da Soberana Ordem de Malta e recebeu os títulos honoríficos Croix Chevalier Mérite Commercial, do governo francês, e o GB Cavaliere dell’Ordine al Merito dei la Republica Italiana, do governo da Itália.

Fundador da AsBEA, foi, nas palavras de seu atual presidente nacional, arquiteto Gianfranco Vannuchi, um “exemplo de profissional que nos deixa belos projetos e grandes lições”.

À esposa, filho e amigos, o Sinaenco externa o seu mais profundo sentimento de pesar por essa inestimável perda.

Foto: Divulgação